Texto  
 
 
 
Manuel Gião e Pedro Couceiro na frente dos GT de Espanha  
O último fim-de-semana de corrida do Campeonato de Espanha de GT em Jerez de la Frontera não poderia estar a correr melhor para a dupla portuguesa, Manuel Gião e Pedro Couceiro. Para além de terem garantido para ambas as corridas a pole position, venceram a primeira prova do fim-de-semana. No entanto, a vitória foi-lhes retirada por alegadamente terem cometido um erro na paragem nas boxes. Ainda assim, passaram para o comando do Campeonato com dois pontos de vantagem para os seus mais directos adversários, Sundberg/Romero e remeteram para a derradeira corrida a decisão do Título. Contas feitas, a dupla que se superiorizar à outra amanhã, seja ela, Gião/Couceiro ou Sundberg/Romero ganha o Campeonato.

Pedro Couceiro não escondia a satisfação pelos resultados obtidos: “Tudo a decorrer na perfeição. Eu consegui a pole na minha sessão de qualificação e o Manel na dele. Ganhámos a corrida, mas infelizmente um erro na boxe, obrigou-nos a 25 segundos de penalização e por consequência o segundo lugar. Mas, passámos para o comando do Campeonato. E amanhã, vai certamente ser uma corrida de nervos. Ou nós ou eles. Mas, não nos estamos a sentir pressionados. Chegámos aqui, sem grandes ilusões e por isso estamos satisfeitos que o fim-de-semana esteja a correr conforme o planeámos, ou seja, bem”, disse Couceiro.

Manuel Gião quando viu que os seus mais directos adversários tinham abandonado a corrida, decidiu não arriscar: “Quando o Pedro me passou o carro, fui consciente que não precisávamos de cometer excessos. Se soubesse do erro nas boxes, tinha acelerado um pouco mais para que os 25 segundos de penalização não nos tirasse a vitória. Mas enfim, são situações de corrida”, disse Gião.

No final ambos eram unânimes: “Amanhã vai ser uma corrida espectacular. Decidir o título no último confronto é sempre um momento interessante. Estamos na pole, mas temos 45 segundos de ‘handicap’, enquanto o Sundberg e o Romero apenas têm 10. Vamos lutar para conseguirmos o título. Acreditamos que é possível”, disseram os pilotos do Ferrari 430 com as cores da Vodafone e Caixa Geral de Depósitos.

Resultados da Primeira Corrida:
1º Fernando Espírito Santo e Ricardo Bravo
2º Manuel Gião/Pedro Couceiro
3º Martins/Clucas
 
 
   
 
 
     
 
 
 
 
 
Copyright PNC 2007-2016 Design: SNorD   Implementação: B-Way   Programação: AltoDébito