Texto  
 
 
 
MOTOR ENCURTA CORRIDA DE COUCEIRO E PAIS DO AMARAL  
2002-06-30  
Problemas no motor, que já se tinham feito sentir nos treinos de qualificação acabaram por ditar o abandono da dupla portuguesa Pedro Couceiro e Miguel Pais do Amaral na corrida da terceira prova do campeonato espanhol de GT, realizada no Autódromo do Estoril.

“Tivemos um problema na válvula do escape que nos impossibilitou de terminar a corrida. À partida sabíamos que havia 70 por cento de hipóteses de não chegar ao fim, mas mesmo assim decidimos arriscar”, afirmou Pedro Couceiro.

E a verdade é que na primeira parte da corrida, o risco parecia ter valido a pena: “Fiz uma boa partida e cheguei ao segundo lugar da classe GTB e ao oitavo da classificação geral. Estava com um bom ritmo e acredito que depois dos reabastecimentos seria possível subir ao pódio”.

“No entanto, de repente, o motor começou a perder potência e perante esse problema e o facto de poder partir a qualquer momento decidimos entrar nas boxes e desistir, estavam cumpridas 21voltas”, explicou Couceiro, que foi o único piloto da equipa a guiar na corrida portuguesa.

Depois de uma primeira metade da época em que a superioridade dos Ferrari foi por demais evidente, Pedro Couceiro e Miguel Pais do Amaral estudam agora a hipótese de passar para a categoria GTA: “Estamos a negociar e a tentar o melhor carro, em breve teremos noticias”.

Para mais informações consulte www.pnc.pt.

 
 
   
 
 
     
 
 
 
 
 
Copyright PNC 2007-2016 Design: SNorD   Implementação: B-Way   Programação: AltoDébito