Texto  
 
 
 
Toques estragam corrida de Albuquerque  
A sair da 11ª posição da grelha depois de ter sido o mais rápido nos dois treinos livres e o terceiro mais rápido no ‘warm-up’, Filipe Albuquerque estava confiante que chegaria, uma vez mais, aos lugares pontuáveis em Oschersleben. Porém, o desfecho haveria de ser outro. A saída de pista de Ralf Schumacher instalou o caos sendo Albuquerque o maior prejudicado. Um sem número de toques danificou de tal forma o Audi A4 DTM do piloto português que não pode fazer mais nada, senão desistir.

Apesar do desfecho fica a satisfação de ter sido dos pilotos mais rápidos durante todo o fim-de-semana: “A corrida foi muito estranha e difícil. O Schumacher teve uma saída de pista mas na altura em que voltou ao asfalto apanhou vários pilotos, onde eu estava incluído. Ficou a confusão instalada e os toques foram inevitáveis. Fiquei com a parte da frente do meu Audi mal tratada e tive de desistir”, disse Albuquerque desanimado.

No entanto, há que valorizar as partes boas do fim-de-semana: “Fiz um bom trabalho e mantive ao longo da jornada um andamento muito rápido. Na corrida, na altura do abandono, estava a discutir a posição com o Gary Paffett que viria a terminar no quarto lugar. Lamento a desistência pois poderia ter feito a minha melhor prova da temporada. Mas, não vale a pena lamentar o que está feito, há que centrar atenções na próxima corrida em Valência”, concluiu o piloto português.

O Circuito de Valência em Espanha recebe a próxima ronda do DTM a 1 e 2 de Outubro.

Resultado da Corrida:
1º Mattias Ekstrom – Audi A4 DTM
2º Martin Tomczyk – Audi A4 DTM
3º Edoardo Moratara – Audi A4 DTM
(…)
DNF Filipe Albuquerque – Audi A4 DTM
 
 
   
 
 
     
 
 
 
 
 
Copyright PNC 2007-2016 Design: SNorD   Implementação: B-Way   Programação: AltoDébito