Texto  
 
 
 
PROBLEMAS DE CAIXA OBRIGAM A ABANDONO DE COUCEIRO E MIGUEL PAIS DO AMARAL  
2001-11-11  
Pedro Couceiro e Miguel Pais do Amaral, aos comandos de um Porsche 996 GT3, foram hoje obrigados a abandonar, devido a problemas na caixa de velocidades, a sexta e última prova do campeonato espanhol de GT, uma corrida realizada no circuito de Valência.

Largando da quinta posição da grelha, os portugueses esperavam conseguir uma boa prestação em corrida: “As condições atmosféricas eram terríveis. Choveu imenso. No entanto conseguimos efectuar um bom início de prova e rapidamente chegámos ao terceiro lugar”.

Tal como tinha previsto após o final dos treinos cronometrados, o Porsche comportou-se muito melhor em corrida do que na qualificação, chegando a andar bem mais rápido que os Ferrari: “O carro estava muito rápido e bem afinado, o que nos permitiu imprimir um bom ritmo”.

“A verdade é que em algumas ocasiões conseguimos mesmo ser dois segundos mais rápidos que os nossos adversários”, explicou Pedro Couceiro após uma corrida ganha pela formação composta pelos espanhóis Javier Diaz Mata e Polo Villamil, aos comandos de um Ferrari.

No primeiro reabastecimento, Pedro Couceiro entregou o volante do Porsche a Miguel Pais do Amaral e 13 voltas depois, quando voltou a assumir os comandos do carro viu-se obrigado a abandonar: “Surgiram problemas com a caixa de velocidades. Ficámos sem a primeira, terceira e quinta velocidades”.

Ainda assim, após a última prova do campeonato espanhol, Pedro Couceiro fez um balanço positivo: “Foi a nossa temporada de estreia e penso que conseguimos bons resultados apesar de condicionados por alguns problemas técnicos. No entanto gostaria de salientar a vitória conseguida no Estoril”.

Para mais informações e download de fotos visite www.pnc.pt.
 
 
   
 
 
     
 
 
 
 
 
Copyright PNC 2007-2016 Design: SNorD   Implementação: B-Way   Programação: AltoDébito