Texto  
 
 
 
Filipe Albuquerque perto do pódio em Spa  
Filipe Albuquerque terminou a segunda corrida do Campeonato do Mundo Endurance em Spa-Francorchamps na quarta posição depois de ter estado até à última curva no terceiro posto. Os problemas de andamento do Ligier foram notórios ao longo de todo o fim-de-semana e acabaram por ditar o desfecho final. No entanto, o piloto português e os seus companheiros de equipa, Bruno Senna e Ricardo Baptista continuam na primeira posição do campeonato do mundo.

Os pilotos da RGR Sport by Morand largaram para as 6h de Spa da sexta posição da grelha, recuperaram até quarto mas viriam a cair para sétimo dando depois inicio à recuperação com um protótipo claramente mais lento: "Sofremos ao longo de todo o fim-de-semana com uma enorme diferença de andamento fruto do pacote aerodinâmico. Procurámos minimizar estas diferenças da melhor forma ao longo da corrida. E o quarto lugar acaba por ser um bom resultado", começou por explicar.

"Foi uma corrida bastante difícil, muitas vezes sentimo-nos impotentes face à performance dos nossos adversários. A entrada do 'safety-car' perto do fim também não nos ajudou em nada. Tenho pena de termos perdido o pódio nas últimas curvas, mas foi impossível segurar. Somámos pontos importantes para as contas do Campeonato e mantemos o primeiro lugar que é o mais importante. Agora segue-se as 24h de Le Mans e esperamos conseguir ter o Ligier mais adaptado para atingirmos os nossos objectivos", concluiu Filipe Albuquerque.

As 24h de Le Mans têm lugar a 18 de Junho 2016.
Todos os resultados em www.fiawec.com
 
 
   
 
 
     
 
 
 
 
 
Copyright PNC 2007-2016 Design: SNorD   Implementação: B-Way   Programação: AltoDébito